dezembro 28, 2016

10 Reflexões sobre o ano de 2016


2016
1. "De facto, em muitos casos o dinheiro pode comprar a satisfação das necessidades fisiológicas e de segurança. Mas, quando a preocupação passa a ser a estima, o reconhecimento e, finalmente, a auto-realização, o dinheiro não é o meio mais adequado para satisfazer essas necessidades"

2. A apreciação sobre alguém ou uma acção deve ser cuidada. Mesmo que se tenha a razão do nosso lado, ferir o orgulho ou a importância do outro nunca terá bom retorno. Criticar é fácil, difícil é fazer diferente e melhor.

3. O sorriso cativa. Quando sorrimos mostramos aos outros que estamos abertos a ouvir, a partilhar. Quando sorrimos revelamos confiança e bem-querer. Os outros gostam de nós, não só pelo que somos, mas também por aquilo que os fazemos sentir.

4. A energia gasta pela necessidade neurótica de sermos perfeitos é imensa e esmaga o prazer de viver.

5. A humilhação de hoje pode converter-se na glória de amanhã, e a glória de hoje pode converter-se na humilhação de amanhã. Nada é totalmente seguro na existência humana. Devemos valorizar a vida muito mais do que o sucesso, os aplausos e o reconhecimento social.

6. Compramos coisas que não precisamos, com dinheiro que não temos, para impressionar pessoas de quem não gostamos.

7. Aprendi que a coragem não é a ausência do medo, mas o triunfo sobre ele.

8. Sem dor, sem sacrifício, nós não teríamos nada.

9. Aprendi que não devo importar-me com comentários que não vão mudar a minha vida.

10. É fácil trocar palavras, difícil é interpretar os silêncios! É fácil caminhar lado a lado, difícil é saber como se encontrar! É fácil beijar o rosto, difícil é chegar ao coração!