novembro 12, 2016

Choques de lucidez #1

Quem acha que os seus pensamentos são verdadeiros tem vocação para ser Deus e não um ser humano. A verdade humana nunca é pura, mas sim interpretativa.



Quantas vezes, depois de termos discutido durante algumas horas, achamos que extrapolámos e que poderíamos ter agido de outra forma? A nossa verdade ruiu. Quantas vezes, depois de ultrapassado o calor das tensões, percebemos que valorizamos coisas sem importância e sofremos estupidamente por causa de algumas tolices? A nossa verdade diluiu-se.

Treinar diariamente a nossa capacidade de interpretar a vida e os acontecimentos é extremamente importante. 

Não há um ser humano lúcido que nunca reaja com estupidez, nem um ser humano calmo que não tenha os seus momentos de desespero.



(Texto adaptado de: O código da Inteligência by Augusto Cury)