maio 22, 2016

Infância, Memória e Imaginário - Top 5 heróis :)

Hello... Hello...

"Era uma vez...", era assim que todas as historias começavam... De olhos postos no ecrã, absorvia cada palavra e acompanha extasiada cada cenário, expressão e atitude das personagens!
Desta maneira me foram sendo passados valores e transmitidos o sofrimento e a alegria dos heróis.

Imagem retirada de: http://fadadacaixinhademusica.blogspot.pt/


Também assim fui saindo do meu casulo egocêntrico, começando a sentir curiosidade em relação ao pensamento do outro e experimentar a necessidade do diálogo...

Não me liam histórias antes de ir dormir... mas compravam-me todas as cassetes dos melhores filmes de heróis que existiam na altura!

Contar histórias é uma das formas mais antigas de comunicações permanece até aos nossos dias como uma das mais modernas formas de propagação da cultura.

Hoje partilho com vocês o meu Top 5 Heróis de Infância que fizeram parte do meu imaginário e que fazem parte da minha memória!

O conto Hansel e Gretel, traz-nos mensagens muito importantes na nossa infância e adolescência... aquelas coisas que nos parecem chatas porque todos dizem a mesma coisa... e nós como não temos maturidade para perceber as más intenções de terceiros nunca damos a devida importância. No entanto com este conto aprendi de forma didáctica e divertida a:

  • nunca falar com estranhos - Hansel e Gretel aceitaram a hospitalidade de uma pessoa que eles não conheciam; 
  • Podemos aprender a desenvolver sentido de orientação, pois em vez de usarem migalhas de pão na floresta para não se perderem, tivessem usado outro método, toda a situação por que passaram podia ter sido evitada; 
  • Ser criativa ou seja, manter a calma e criatividade pois em vez de terem entrado em pânico e aceitarem o seu destino, escolheram lutar e libertar-se das garras da bruxa má.

Cinderela e a Gata Borralheira, mostrou-me que, aqueles que factual e simbolicamente não são detentores de voz, poder ou autoridade conseguem sempre alcançar uma ordem simbólica, desde que cumpram uma serie de preceitos:
1º Acreditem firmemente nas suas competências e aptidões;
2º Manifestem uma capacidade de perseverança;
3º Possuam princípios no maravilhoso/sobrenatural e não recusem a ajuda

Heidi nas montanhas... sempre alegre e optimista apesar da pobreza que o filme e a história em si transmite bem como a dureza da vida e quão era difícil a vida para as crianças e órfãos uma vez que ninguém queria cuidar deles. No entanto, Heidi, ao invés de temer a montanha e o velho carrancudo desconhecido, mostra-se curiosa e diverte-se, conquistando aos poucos o coração de todos que a rodeiam. É evidente a sua felicidade ao descobrir a simplicidade da natureza.

A Bela e o Monstro, uma história que traz consigo a mensagem que "a beleza está nos olhos de quem a vê" e que até hoje me acompanha!

E agora, adoraria saber:
Quais os vossos Herois que fazem parte da vossa memória?